O concreto existe no núcleo da arquitetura há quase dois séculos e uma das suas qualidades mais notáveis ​​é que ele é maleável quando misturado, mas forte e durável depois que endurece, o que significa que ele pode ser aproveitado para atender a uma ampla gama de aplicações de arquitetura e design.

Algumas das aplicações mais comuns do concreto arquitetônico são bancadas, pias, banheiras, painéis de parede, escadas, azulejos, lareiras e, finalmente, elementos de paisagismo ao ar livre. Apesar de suas diferenças estéticas e funcionais, muitas dessas aplicações seguem princípios de fabricação muito semelhantes.

Fabricação

Concreto pré- moldado: É fabricado em um molde sob medida, que é então curado em um ambiente controlado, transportado para o canteiro de obras e colocado no local. Isso oferece a oportunidade de criar elementos sob medida de alta precisão, bem como grandes quantidades de elementos padronizados, como painéis de parede de concreto. Os métodos de concreto pré-moldados não apenas oferecem melhor controle de qualidade do que o fundido no local, mas também têm o potencial de reduzir muito os custos de construção e mão de obra, já que os moldes podem ser usados ​​repetidas vezes.

Concreto Reforçado com Fibra de Vidro (GfRC): É um tipo de concreto reforçado que é usado principalmente para aplicações arquitetônicas. O GFRC permite que os painéis e projetos de concreto pré-moldado sejam feitos mais leves, mais fortes, mais finos e maiores.

Por exemplo, em vez de dividir uma bancada da cozinha em várias placas o GFRC permite que os fabricantes façam uma única placa o mais comprida possível.

Estética

Além de oferecer uma infinidade de opções de cores, os fabricantes podem criar uma variedade de acabamentos diferentes que incorporam contraste, textura e profundidade.

Cor: Existe no mercado cores pré-moldadas por padrão, bem como desenvolvimento de cores personalizadas, criando assim possibilidades de design virtualmente infinitas. Algumas empresas oferecem o serviço de personalização da cor, basta enviar uma amostra ou foto para que eles encontrem a cor que você procura.

Cofragem: O molde no qual o concreto é moldado cria diferentes formas, padrões e texturas para a superfície. Materiais comuns incluem tábuas de madeira, madeira compensada, metais, plásticos, espumas e tecidos. Madeira compensada pode ser usada para obter um acabamento granulado nos painéis de concreto. Madeiras diferentes também são resultam em diferentes texturas.

Costuras e juntas: Sempre que dois ou mais painéis de concreto se encontrarem provavelmente haverá uma costura visível. É importante conversar com o fabricante sobre se você deseja acentuar ou ocultar as costuras. O GFRC pode permitir que você se livre completamente das costuras.

Processamento de superfície: Uma vez que o concreto tenha curado, é possível alterar a aparência de sua superfície através de vários procedimentos físicos conhecidos como processamento de superfície. Estes incluem polimento, moagem e brunimento. Esses procedimentos geralmente dão um brilho suave ao concreto e expõem o agregado. Para aparências mais ásperas, o concreto pode ser jateado após a cura ou lavado durante o processo de cura.

Agregado: Agregados de diferentes tipos e tamanhos podem ser especificados para alterar a aparência do concreto processado. Alguns agregados comumente usados ​​incluem pedras decorativas como quartzito, pedras de rio arredondadas e vidro triturado.

Translucidez: Os filamentos de fibra ótica incorporados podem ajudar a conduzir a luz através do concreto moldado, a fim de criar padrões visíveis na superfície.

Atuação

Selantes: Diferentes selantes químicos estão disponíveis para ajudar a proteger o concreto contra manchas, corrosão ou danos na superfície, especialmente adaptados para uma variedade de aplicações internas e externas. É importante discutir qual selante usar com um especialista e dizer-lhes se a superfície de concreto será exposta a umidade extrema ou baixa temperatura.

Sustentabilidade: Existem várias maneiras de especificar concretos mais ecológicos, que também podem contribuir para os créditos LEED. Por exemplo, muitos fabricantes estão substituindo os agregados por opções mais sustentáveis, incluindo conteúdo reciclado.

Manutenção: Similar a outros materiais naturais, como madeira e pedra, o concreto é poroso e, portanto, requer selantes para proteger o material contra manchas e absorção de água. Uma vez vedadas e instaladas, no entanto, as superfícies de concreto podem ser facilmente mantidas lavando-as com sabão não abrasivo e água, e tratando periodicamente com cera.

Gostaram dessas dicas? Então deixe um comentário.

Model Home

Não conhece o Model Home ainda? O Model Home é uma plataforma gratuita específica para os segmentos de arquitetura, engenharia, design de interiores e decoração, que tem como objetivo aproximar fornecedores e clientes. Através do Model Home, os profissionais podem expor gratuitamente seus trabalhos para milhares de pessoas que buscam por profissionais, inspiração e ideias para projetos de suas casas ou apartamentos. Cadastre-se já!