sem-titulo

A casa flutuante do futuro

Encontrar um bom apartamento para morar nunca é uma tarefa fácil, e quando você é um estudante com dívidas e um orçamento apertado, pode ser quase impossível. Na Europa, os estudantes estão lutando contra os elevados aluguéis e severas carências de moradias. Na Dinamarca, estima-se que são necessários 40.000 novos dormitórios para acomodar a procura.

Para amenizar este problema a Bjarke Ingels Group construiu o Urban Rigger, um conjunto de dormitórios modulares de baixo custo, que podem flutuar em portos urbanos, trazendo estudantes para o centro da cidade sem os aluguéis exorbitantes.

O primeiro projeto foi inaugurado em Copenhague, Dinamarca, uma série de dormitórios flutuantes ao preço de US $ 600 por mês. Não é uma taxa ruim para um quarto privado, banheiro, cozinha e áreas de estar compartilhadas. A startup prevê a replicação de seu modelo em outras cidades que estejam lutando contra a escassez de habitação.

Vivendo à beira-mar, sem os aluguéis elevados

Cerca de 80% das principais universidades da Europa estão localizadas no núcleo urbano das capitais. Acontece que muitas dessas cidades também estão localizadas perto de massas de água e muitas delas estão mudando gradualmente de economias industriais para economias baseadas no conhecimento.

O ponto crucial do modelo da habitação Urban Rigger é a disponibilidade de áreas beira-mar para encaixar os dormitórios. A empresa tem que pagar pelo acesso às propriedades ao longo da água, mas está otimista que as cidades venham a disponibilizar propriedades municipais para esses projetos, uma vez que muitas das universidades vem enfrentando escassez de habitação.

Habitação marítima para um planeta rapidamente aquecido

No passado, as cidades que necessitavam de mais espaço construíam propriedades em suas orlas com aterros artificiais, mas além de ser uma forma cara de desenvolvimento, o aterro é altamente suscetível à ascensão do nível do mar. Embora a mudança climática não tenha desencadeado o projeto do Urban Rigger, o modelo de casa flutuante é uma solução para um desenvolvimento marítimo mais inteligente.

Cada unidade pode abrigar 12 alunos ao mesmo tempo e é composta por contêineres modulares. Estes módulos são alimentados por uma matriz fotovoltaica que usa um sistema de troca de calor que se baseia na massa térmica de água para aquecer e arrefecer os interiores. Enquanto isso, um aerogel desenvolvido pela NASA isola os interiores.

A empresa fabrica seus dormitórios flutuantes em um estaleiro na Polônia, que é capaz de construir 100 unidades por ano.

O primeiro de muitos protótipos

A Urban Rigger espera aplicar esse modelo em todo o mundo – e a Bjarke Ingels Group, que vai lidar com o design, além de possuir parte da empresa – espera evoluir continuamente o projeto e a fabricação para tornar o modelo mais replicável.

Enquanto Urban Rigger é uma experiência em habitação estudantil acessível, Ingels está estudando uma maneira de explorar a arquitetura escalável e mutável, além disso, várias unidades podem ser ligadas entre si para formar comunidades flutuantes inteiras.

Conheça mais desse projeto clicando aqui e no vídeo logo abaixo.

O que vocês acharam desse projeto? Deixe sua resposta nos comentários.

Não conhece o Model Home ainda? O Model Home é uma plataforma gratuita específica para os segmentos de arquitetura, engenharia, design de interiores e decoração, que tem como objetivo aproximar fornecedores e clientes. Através do Model Home, os profissionais podem expor gratuitamente seus trabalhos para milhares de pessoas que buscam por profissionais, inspiração e ideias para projetos de suas casas ou apartamentos. Cadastre-se já!